André Silva: "Orgulho enorme ter vestido esta camisola"

13 junho 2017
Publicado por 
Através de O JOGO, o avançado despede-se do FC Porto e não esquece Nuno Espírito Santo, a quem está grato pela aposta. Deseja a "maior sorte" aos dragões

 

André Silva completou esta segunda-feira de manhã os exames médicos no Milan e assinou contrato ao início da tarde. Depois, viajou para Lisboa a fim de se juntar aos companheiros da Seleção Nacional. Foi no avião, momentos antes da partida de regresso a Portugal, que o avançado falou em exclusivo a O JOGO para se despedir dos portistas.

"Quero agradecer ao FC Porto todo o apoio e carinho que me deram e toda a paciência que tiveram comigo. Da minha parte, sabem que tentei sempre dar o meu melhor. Agradeço do fundo do coração ao FC Porto, aos seus dirigentes e aos adeptos pelo apoio que sempre me deram. E também ao Nuno pela oportunidade. Juntos não conseguimos êxitos, mas ele fez um excelente trabalho no clube. Agora, desejo ao FC Porto a maior sorte do mundo", referiu.

O avião privado em que se deslocou recebeu entretanto autorização para levantar voo, mas André Silva ainda deixou uma palavra sobre o seu novo clube. "Nestes dias em que estive em Milão, conheci bem o clube e confirmei o que já sabia, que é um clube do topo mundial."

 

André Silva completou a bateria de exames médicos da parte da manhã e, à tarde, foi apresentado oficialmente. Agora, vai jogar de vermelho e preto. "Já sabia a grandeza do clube e uma das razões para vir para cá foi a história do clube e o interesse que mostraram por mim. Estou muito contente. De mim, só podem esperar o máximo e vou lutar com tudo para conseguir os objetivos. O Milan é um clube muito grande. Vai ajudar-me e eu também espero ajudar."

À saída dos exames médicos, o avançado foi, ainda, confrontado com as declarações de Ronaldo, que disse que Portugal tinha o futuro assegurado com André Silva. "Não podemos adivinhar o que vai acontecer no futuro, mas vou trabalhar para que isso aconteça", referiu.

Depois da breve cerimónia de apresentação oficial no Estádio Giuseppe Meazza, André Silva seguiu diretamente para o aeroporto onde tinha à espera um avião fretado para o trazer de volta a Portugal. Ainda assim, o avançado falhou, devidamente autorizado, o primeiro treino da Seleção Nacional, de preparação para a Taça das Confederações.

Objetivo: "Agora, quero ganhar as Confederações"

André Silva traçou, a O JOGO, os dois objetivos que tem a curto prazo. "Agora quero estar novamente concentrado ao máximo na Seleção, preparar bem a Taça das Confederações para apresentar um bom rendimento. É uma prova que queremos muito vencer. Depois, quero começar rapidamente esta nova etapa no Milan. Vou trabalhar para singrar e ajudar a conseguir muitos êxitos."

 

Fonte: O Jogo

768 VISUALIZAÇÕES

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree