"Foi decisão de grande risco ir para o FC Porto"

20 abril 2017
Publicado por 
Pedro Emanuel, ex-jogador do FC Porto, falou ao Porto Canal sobre o momento em que decidiu assinar pelos dragões

 

Tantos títulos ao fim de dois anos: "Quando tomei a decisão de ir para o FC Porto, sabia que ia ser difícil. Jorge Andrade ainda não tinha sido vendido ao Corunha, os centrais eram somente o Jorge, o Ricardo Carvalho, Ricardo Costa e Andrade, e estavam presentes com frequência nas seleções, foi decisão de grande risco, faz parte do meu registo, existe uma dificuldade, então vamos olhar para ela. Sabia que o clube estava a passar momento difícil, propus-me a ajudar. Podia não ter tido o sucesso que tive, mas ao fim de dois anos senti-me completamente realizado na minha escolha".

Época pós-Champions (2004/05): "Sentia-me perfeitamente em casa. Tive duas ou três abordagens, mas matei-as logo à raiz com as pessoas que me abordaram, disse:lhe: 'sinto-me realizado, o clube respeita-me e eu respeito o meu trabalho diário'".

"Ia dizer o quê a Co Adriaanse? Que não me pusesse a jogar?"
Época 2005/06: "Co Adriaanse chamou-me a mim e ao Diego, e disse que as posições que nós fazíamos iam deixar de existir na nova estrutura. Eu disse-lhe que estava para ajudar a equipa, que ia lutar por aquilo que fosse a melhor oportunidade. Acabei por jogar na esquerda ou na direita. No meio jogava o Pepe ou o Bruno Alves. Se fosse noutro momento acho que nunca iria fazer isso, mas ia dizer o quê? Que não me pusesse a jogar? Disse-lhe: 'Jogo onde achar que vou ser útil'. Acabámos por ter esta relação de muitos momentos muita aproximação outras mais afastamento".

Fonte: OJOGO

1205 VISUALIZAÇÕES

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree