Moncho López: «Vamos com a máxima ambição para conseguir o título»

Treinador do FC Porto perspetivou os dois primeiros jogos contra a Oliveirense, da final dos Playoffs da Liga.

 

Chegou o momento da decisão. Depois de uma eliminatória duríssima com o Benfica (3-2), o FC Porto prepara-se agora para defrontar a Oliveirense na final dos Playoffs da Liga Portuguesa de Basquetebol, disputada à melhor de cinco jogos. Os dois primeiros terão como palco o Pavilhão Dr. Salvador Machado, em Oliveira de Azeméis, no sábado (21h30, Bola TV) e no domingo (18h00, Bola TV). Na antevisão dos duelos que se seguem frente ao vencedor da fase regular do campeonato, Moncho López deixou elogios a ambos os coletivos e desvalorizou o facto de o FC Porto ainda não ter conseguido vencer a Oliveirense em 2017/18: “O que interessa é o que vai acontecer a partir de agora”.

Pensar no futuro sem olhar para o passado
“A realidade é que o passado já não nos interessa. Não é importante pensar que ganhámos ao Benfica, da mesma forma que não é importante pensar que ainda não ganhámos à Oliveirense esta época. O que interessa é o que vai acontecer a partir de agora. Vamos jogar contra uma equipa que está em muito boa forma e que tem jogado muito bem ao longo da época. Foi a equipa mais regular e por isso é que venceu a fase regular. Acredito que as duas equipas estão muito motivadas para lutar pelo título, mas na motivação e na ambição de vencer, não nos podem ganhar. Vamos com a máxima ambição para conseguir o título.”

A energia também vem dos adeptos
“A Oliveirense teve mais tempo para trabalhar taticamente os próximos jogos, podendo apresentar-nos coisas que ainda não apresentou esta época. Nós não tivemos tempo para fazer um trabalho prolongado de defesa e de conceitos, por isso temos de nos focar muito nas individualidades. Tivemos um jogo duro na quarta-feira e só chegámos a casa perto das quatro da manhã, mas há que entrar em campo procurando energia em todos os lados. Uma das situações que mais nos vai estimular é a presença dos nossos adeptos, tal como o simples facto de estarmos a jogar uma final.”

Caminho difícil até à final
“Sinceramente, não sei porque alguém pensava que não íamos chegar à final. Pelo percurso que tínhamos pela frente (Illiabum e Benfica), aceito esse pensamento, mas há seis épocas que comando esta equipa na Liga e fomos sempre à final. E eu acreditava muito que íamos conseguir outra vez. Na minha primeira época aqui, ficámos em terceiro na fase regular e fomos à final. Esta é uma das épocas que mais me satisfaz em termos de bom basquetebol, e falo da minha equipa. Um jogo ou um título que se decide num minuto, não tem a ver com a qualidade de jogo ou com o estado de forma. Acho que, este ano, a equipa deu sinais muito positivos, e a realidade é que foi muito castigada pelas lesões. Estou contente pelo percurso da equipa até agora, mas é passado. Obviamente, o que me vai deixar uma sensação positiva ou negativa é o desfecho desta final.”

Will Sheehey em dúvida
“Por respeito aos atletas que estarão de certeza, não gosto muito de falar de possíveis ausências. Como é óbvio, o Will Sheehey é um jogador muito importante para nós, mas de certa forma já nos habituámos a ter de jogar sem ele, por vezes. Naturalmente, preferimos que estejam todos disponíveis.”

Os bilhetes para os dois primeiros jogos da final, com o preço unitário de cinco euros, estarão disponíveis este sábado na Secretaria da Oliveirense, entre as 9 e as 12h00, e partir das 14h00 na bilheteira do Pavilhão Dr. Salvador Machado.

 

Calendário da final:

Jogo 1 (09/06, 21h30)
Oliveirense-FC Porto

Jogo 2 (10/06, 18h00)
Oliveirense-FC Porto

Jogo 3 (15/06, 20h30)
FC Porto-Oliveirense

Jogo 4 (17/06, 15h30)
FC Porto-Oliveirense

Jogo 5 (20/06, 21h30)
Oliveirense-FC Porto

 

Fonte: fcporto.pt

© 2017 +FC PORTO - All Rights Reserved. Developed by animarnegocios.com