"Fiquei portista para sempre"

21 março 2016
Publicado por 
O antigo basquetebolista Dale Dover, que representou o FC Porto na década de 70, visitou o Museu este domingo.

 

O antigo jogador norte-americano, que representou os azuis e brancos durante três épocas, tendo sido campeão logo na primeira, veio “matar saudades” e recordar com saudade os tempos em que brilhava e enchia os pavilhões portugueses.
“Fiquei portista para sempre, desde 1971, o ano em que cá cheguei”, confessou.

“Tenho grandes memórias do FC Porto e do tempo que passei neste clube. É com muito orgulho que regresso hoje para matar saudades e visitar o Museu e o Estádio do Dragão, que são duas obras formidáveis”, afirmou Dover, que voltou ao Porto curiosamente alguns dias depois de se terem assinalado 44 anos de um jogo frente ao Carnide em que apontou 70 pontos​ (126-64).

O basquetebolista teve a oportunidade de ver pela primeira vez a sua estátua no Olimpo dos Dragões, logo à entrada da casa que conta a história do clube, em que segura a bola que ninguém conseguia tirar-lhe das mãos. Mais à frente também viu numa das vitrinas o seu cartão de atleta que o Museu também guarda.

Passaram mais de 40 anos, mas Dale Flash Dover, como ficou conhecido, lembra-se, como se fossem hoje, daqueles tempos em que aquela equipa com “Fernando Gomes, Manuel António, Alfredo Leite, Esteves, Gaspar, Alberto Babo e Licínio jogava um basquetebol lindo, espetacular” e dos jogos em que ele ultrapassava sozinho a barreira dos 60 pontos. “Jogávamos muito bem, mesmo tendo grandes adversários como a Académica, o Sporting, o Benfica e as outras equipas das antigas colónias portuguesas.

Na época em que fomos campeões, em 1971/72, perdemos apenas três jogos”, sublinhou Dover, que fez questão de responder sempre em português, uma das várias línguas que domina sem grande dificuldade.

Dover, hoje advogado em Washington, deixou ainda o desejo de regressar, “provavelmente no S. João”, para organizar um clinic de basquetebol com a ajuda do FC Porto. E terminou a entrevista deixando uma mensagem à equipa de basquetebol dos Dragões: “Joguem para ganhar e compreendam que o jogo é maior do que nós próprios. O basquetebol é um jogo lindo e tentem respeitá-lo jogando bem, dando espetáculo”.

Fonte:www.fcporto.com

DEIXE UM COMENTÁRIO

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree