Menu

″Deram como provada a repercussão mediática no jogo com o Moreirense e não com o do Sporting…″

+FCPorto 5 meses ago

FC Porto foi punido com um jogo de interdição do Estádio do Dragão devido a um incidente ocorrido no Moreirense-FC Porto. Diretor de comunicação dos dragões, que vão recorrer, comentou o tema no programa “Universo Porto da Bancada”

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol puniu o FC Porto com um jogo de interdição do Estádio do Dragão, além de uma multa de 8 670 euros, devido a acontecimentos ocorridos durante o Moreirense-FC Porto, da primeira jornada. O incidente que resultou no jogo de interdição foi um petardo que atingiu duas crianças, tendo uma sofrido uma queimadura e outra sido assistida no hospital.

Os dragões vão recorrer do castigo e, esta terça-feira, no programa Universo Porto da Bancada, Francisco J. Marques, diretor de comunicação do emblema azul e branco, comentou o tema, lembrando um incidente na final da Taça da Liga, frente ao Sporting, que não resultou em castigo para a SAD dos leões.

“Na final da Taça da Liga contra o Sporting, em janeiro, houve uma situação grave, que causou feridos – 10 pessoas foram assistidas pelos bombeiros -, um caso de pirotecnia, com uma criança de 9 anos que ficou ferida, com uma queimadura na cara… Perante uma situação claramente mais grave do que a de Moreira de Cónegos, também de lamentar. O CD entendeu não responsabilizar a SAD do Sporting”, começou por dizer.

“A SAD agiu de forma livre, consciente, voluntária, etc. Exatamente igual ao FC Porto, mas não ficou provado. ‘O Moreirense-FC Porto teve grande repercussão mediática, resultando em prejuízo de imagem das competições profissionais de futebol. Igual ao acórdão da final da Taça da Liga.’ Isto é gozar com os adeptos. Podem castigar-me à vontade. Deram como provada a repercussão mediática no jogo com o Moreirense e não com o do Sporting. É brincadeira”, continuou, concluindo de seguida:

“No Sporting-FC Porto, dizem que não se sabe se a lona era inflamável ou não e em que zona concreta ocorreu o incêndio. Acho que foi na bancada de topo do estádio do Wolverhampton… [ironia] E dizem que os bombeiros apagaram com facilidade com um extintor. No estádio do Moreirense foi preciso um CanadAir. Isto é que mancha o futebol português. As imagens são claras. Com que lata é que esta gente desconhece os dados. São cegos? Se abrirem os olhos, não desconhecem. Isto mostra a perseguição que é movida ao FC Porto. Fico incomodado, isto causa vergonha alheia. Temos de acreditar no Conselho de Disciplina. A SAD do Sporting não teve responsabilidade. E a do FC Porto qual é? Igualmente nenhuma. Isto é que é ser sério. Nem o Sporting, nem o FC Porto tiveram responsabilidade. Isto é tentar tudo para atacarem o FC Porto. A FPF tem de se preocupar com isto, agir perante uma coisa destas.”

Fonte: ojogo.pt