Menu

″Opinião pública está a ser manipulada desde que acabou o FC Porto-Arouca″

+FCPorto 6 meses ago

José Fernando Rio defende que as regras têm de “se cumprir” e que o VAR “perdeu a credibilidade” desde o erro no Casa Pia-Sporting.

José Fernando Rio, que foi candidato à presidência do FC Porto nas últimas eleições, e que já admitiu que poderá voltar a concorrer em 2024, concorda com a posição dos dragões em pedir a anulação do jogo com o Arouca, por “má conduta da arbitragem”, explicando que a “opinião pública está a ser manipulada” e que as regras são para se cumprir.

“A opinião pública está a ser manipulada desde que o jogo acabou. É por isso que o FC Porto não pode nem quer permitir, é por isso que protesta a decisão e vai lutar pela repetição do jogo. Não vamos agora confundir as pessoas e dizer que mais vale ser uma decisão tomada de forma pouco ortodoxa, porque o que interessa é a verdade final, não é assim. Há regras para se cumprir, senão entramos no reino da subjetividade e cada uma decide à sua maneira”, apontou, referindo-se à decisão do árbitro Miguel Nogueira de anular uma grande penalidade assinalada a favor dos azuis e brancos depois de contactar via telefone com a equipa de videoarbitragem na Cidade do Futebol.

Na opinião de José Fernando Rio, o VAR ficou descredibilizado desde o golo validado a Paulinho no Casa Pia-Sporting, da segunda jornada da I Liga, em que Hugo Miguel errou na colocação das linhas de fora de jogo. “A imagem é sempre má para o futebol português. Desde que vimos um fora de jogo mal assinalado, com linhas mal colocadas no jogo do Sporting, o VAR perdeu toda a credibilidade”, vincou ao programa Bola Branca da Rádio Renascença.

Fonte: ojogo.pt