Menu

Alan Varela: «Temos de dar o nosso melhor para ver o clube no patamar mais alto»

+FCPorto 3 meses ago

Alan Varela compareceu esta terça-feira ao lado de Sérgio Conceição na conferência de imprensa de lançamento do jogo com o Shakhtar, (amanhã, 20 horas), derradeiro jogo da fase de grupos da Champions.

Amanhã é uma ‘final’ para o FC Porto. O que passa na cabeça de um jogador que até agora tem sido muito importante logo na estreia na Champions? “Vai ser um jogo muito difícil. A história deste clube ‘obriga-nos’ a passar de fase. Temos de estar tranquilos, focados e fazer o nosso melhor, tendo em conta os treinos, para alcançar o resultado que queremos, que é sempre ganhar”.

Como tem sido a experiência em Portugal? “Tem corrido bem. O grupo fez com a adaptação fosse muito boa e estou muito contente. Tento fazer o meu melhor em cada jogo e em cada treino para que o clube continue a crescer e para que eu também continue a evoluir”.
Tem um sabor especial chegar a este jogo decisivo na liderança do campeonato português? “Este clube é muito grande a nível mundial. Temos de dar o nosso melhor para ver o clube no patamar mais alto e estamos bem, trabalhamos muito no dia a dia e jogo a jogo vamos melhorar. Esperamos que, no final da temporada, possamos alcançar todos os nossos objetivos”.
Saiu do Boca Juniors a jogar a Libertadores e agora já leva 5 jogos na Champions com o FC Porto. Quais são as diferenças entre as competições? O que teve de mudar no seu estilo de jogo? “Obviamente que são duas competições importantes. Claro que me tento adaptar ao que o mister pede. Sei que o jogo cá é mais rápido do que na América do Sul, mas tento trabalhar no dia a dia e melhorar para fazer o melhor para a equipa”.
Dos reforços do FC Porto para este ano, foi o que se afirmou mais rapidamente na equipa. Em Barcelona, foi quase um terceiro avançado na pressão. Como foi a adaptação às dinâmicas do treinador? Sente que estrear-se a marcar seria perfeito? “Golo? Claro que é importante marcar, mas tento estar tranquilo e dar o meu melhor. Sei que mais tarde ou mais cedo o golo vai chegar, é continuar a trabalhar e esforçar-me ao máximo. Algum dia acontecerá”.

Fonte: record.pt