Menu

Conceição comenta lesão de Marcano e aponta: ″O Shakhtar tem sempre qualidade″

+FCPorto 5 meses ago

Declarações de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, em conferência de imprensa de antevisão à visita aos ucranianos do Shakhtar Donetsk, na terça-feira (20h00), em Hamburgo, em jogo da primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Stepanenko dizia quando saiu o sorteio da Champions que o FC Porto não estava estável e que seria um adversário fácil, mas depois “culpou” a tradução e deixou elogios à equipa. Que Shakhtar é este, sabendo das dificuldades que atravessa devido à guerra na Ucrânia? “Nós estamos habituados que o Shakhtar seja a equipa número 1 da Ucrânia e que esteja na Champions. Às vezes as dificuldades superam-se e é um momento difícil para o povo ucraniano, com quem estamos solidários, mas eles vão tentar honrar essa luta em campo e, nesse sentido, vamos ter uma equipa super motivada. Tem sempre qualidade, agora não tem tantos estrangeiros, mas tem jogadores formados no clube e com experiência. Nestes jogos da Champions, com equipas de grande gabarito, isso é importante. Este jogo tem tudo para ser um grande espetáculo e acreditamos que podemos ganhar não pela fraqueza do Shakhtar, mas pela nossa qualidade. Quanto ao Stepanenko, estou mais preocupado com o que faz em campo do que com as palavras que disse no sorteio”.

A lesão grave de Marcano obriga a repensar o que tinha idealizado para o jogo? “Os nossos melhores anos aqui foi a recomeçar, estamos habituados. Dou o exemplo da última Champions, com castigos e lesões que tivemos do Marcano, Otávio, Evanilson, Pepê… 50 por cento da equipa. Disse no fim do Estrela que não foi uma vitória brilhante pela qualidade do adversário e pelo nosso processo. Nós olhamos para esta conferência e entendo a curiosidade de como é que o Pepe sente o frio na barriga aos 40 anos, mas de futebol… vocês [jornalistas] acompanham-nos e de certeza que gostam de falar da dinâmica do Shakhtar, da expressão tática, isso é que era bom, temas desportivos. Em todas as profissões em que falam para milhares de pessoas, as pessoas precisam de qualificações para que se entenda o nome da boda. Nós não falamos muito disto e eu era capaz de estar aqui três ou quatro horas para falar de bola. Falar do Marcano… fico muito triste por sentir que é um jogador que nos acompanha há muito tempo e pela forma como nos acompanha em campo… poderá ser que se mude alguma coisa em relação ao Estrela”.

Fonte: ojogo.pt