Menu

Diogo Costa: “Espero que nesta Champions, ou na próxima, consiga defender quatro penáltis”

+FCPorto 4 meses ago

Na época passada, Diogo Costa bateu o recorde de maior número de penáltis consecutivos defendidos numa fase de grupos da Liga dos Campeões. As três grandes penalidades que defendeu foram agora convertidas em três iniciativas solidárias, numa ação conjunta entre os dragões e a UEFA.

Com o apoio da Fundação da UEFA, que ofereceu o material, Diogo Costa presenteou com bolas e coletes o seu primeiro clube, o Ringe, e o Desporto Adaptado do FC Porto. As crianças tiveram ainda uma Masterclass lecionada pelo guardião, no Dragão, e a terceira iniciativa escolhida por Diogo Costa foi chamar a atenção para a APORMast – Associação Portuguesa de Doentes com Mastocitose e Doenças Mastocitárias.

Pressão de defender penáltis: “A pressão é, de certa forma, um estímulo de motivação. Há sempre pessoas que não acreditam em nós e vamos buscar motivação a isso. Sei que o fiz, mas muito sinceramente não fico eufórico com isso. Quero sempre mais, nunca é suficiente. Espero que nesta Champions, ou na próxima, consiga defender quatro penáltis. Nunca se sabe.”

Humildade e início no Ringe: “Vim de um clube onde não havia tantas condições, mas o que queríamos, o que tínhamos lá era essa paixão de poder brincar com a bola, o saber jogar em equipa. São memórias muito boas e saudáveis, ainda por cima um clube como os Pinheirinhos de Ringe, que muito pouca gente conhecia. Mas tudo é possível.”

Formação no FC Porto: “É o clube da família, o que mais amo e foi sempre um enorme prazer fazer parte deste clube. Quero mostrar de onde vim e mostrar aos miúdos que tudo é possível.”

Fonte: ojogo.pt