Empate de sabor amargo em Alvalade no término da primeira volta do campeonato

O F.C.Porto empatou com o Sporting, num jogo em que o Sporting apresentou-se recuado e surpreendentemente a não tentar ganhar. Contudo o Porto termina a primeira volta do campeonato com cinco pontos de vantagem para o segundo classificado, seis pontos para o terceiro e oito pontos para o quarto classificado.

O F.C.Porto alinhou para este clássico com Casillas, Maxi Pereira, Felipe, Militão, Alex Telles, Danilo, Herrera, Corona, Brahimi, Marega e Tiquinho Soares. Sérgio Conceição jogava no seu 4-2-4 e demonstrava que queria ganhar.

O jogo começou com o Porto por cima e atacar pela ala direita, aproveitando o facto de o defesa esquerdo habitual do Sporting (Acuña) estar castigado e ter sido Jefferson a alinhar nessa posição. Após os dez minutos de jogo o Sporting equilibrou .Acabou por ser uma primeira parte muito disputada, mas mal jogada e sem claras ocasiões de golo.

Nesta primeira parte salienta-se que aos quarenta e três minutos Maxi Pereira saiu lesionado, entrando para o seu lugar Oliver, o que fez com que Sérgio Conceição alterasse o sistema tático da equipa que passou de 4-2-4 para um 4-3-3 com Corona a defesa direito e Marega a cair na ala direita.

Do lado portista, nesta primeira parte, destacaram-se: Danilo Pereira que foi sempre o pendulo da equipa e equilibrou a mesma defensivamente e muito lutou no meio campo, Alex Telles que sempre que teve possibilidade subiu e tentou criar perigo e Herrera que apesar do cartão amarelo que cedo lhe foi mostrado, continuou a enfrentar os duelos com os jogadores do Sporting da mesma forma e “ganhar ” muitos deles.

Na segunda parte o Porto procurou “pegar” mais no jogo mas sem nunca arriscar muito. Aos cinquenta e seis minutos Soares dispôs da melhor oportunidade do jogo, mas não conseguiu bater o guarda-redes leonino. Aos sessenta minutos foi a vez de Marega não conseguir marcar. O Porto estava melhor que o Sporting que preocupou-se mais em não sofrer do que marcar, nem parecia a equipa comandada por Keizer que afirmou que preferia ganha por 4-3 do que por 1-0, nem parecia ser uma equipa que se encontra a oito pontos da liderança.

Até que, nos últimos dez minutos da partida, o jogo abriu-se e ambas as equipas procuraram a vitória, o F.C.Porto sempre de forma mais equilibrada, a vantagem do campeonato assim o permite. Contudo, nenhuma equipa o conseguiu e o jogo terminou empatado a 0.

Para esta “abertura” do jogo muito contribuiu Sérgio Conceição que decidiu regressar ao 4-2-4, retirando Danilo e colocando no jogo Hernâni.

Um jogo equilibrado mas com um F.C.Porto por cima. A vencer este clássico teria de ser, obrigatoriamente, o Porto. As alterações táticas de Sérgio Conceição agitaram o jogo mas não conseguiram dar a vitória à equipa portista. Interrompeu-se, desta forma, a série de vitórias do F.C.Porto, continuando, contudo, a série de jogos sem perder.

Um jogo que sabe a pouco aos adeptos portistas que queriam a vitórias, mas mais uma vez, ficou a certeza de que Sérgio Conceição não tem medo de arriscar e na retina fica que se houve treinador que quis vencer o clássico foi o treinador que lidera a equipa que comanda o campeonato.

Não foi o melhor jogo do Porto, mas tratando-se de um clássico, onde a equipa portista enfrentou um Sporting defensivo, não se pode exigir muito mais. Efectivamente a equipa falhou nalguns momentos de decisão, designadamente, no capítulo do último passe, mas muito lutou e Conceição bem que tentou mudar o rumo do jogo.

Primeira volta do campeonato terminada e o Porto dispõe de uma vantagem de cinco pontos sobre o Benfica, seis pontos sobre o Braga e oito sobre o Sporting, tendo a equipa portista já jogado na Luz e em Alvalade, 

Segue-se o jogo com o Leixões a contar para a Taça de Portugal, um jogo que terá de ser ganho, para se alcançar um dos objectivos da época- a ida ao Jamor. Aguarda-se que as lesões de Maxi e Danilo (saiu tocado no jogo de hoje) não sejam graves e que os jogadores possam ser opção para o jogo contra a equipa de Matosinhos.

Saudações +Portistas
+ Gilberto Borges

© 2017 +FC PORTO - All Rights Reserved. Developed by animarnegocios.com