Menu

ESTUDO ZZ: FC Porto é a equipa do mundo com mais vitórias nacionais em 2023

+FCPorto 4 meses ago

O futebol é um lugar surpreendente. Ou, pelo menos, passível de oferecer as respostas mais simples às questões, aparentemente, mais complexas. Este é um bom exemplo. Qual o treinador, em todo o mundo, com mais vitórias no ano civil de 2023 em jogos de competições nacionais?

Pusemos o nosso algoritmo em ação, sem nenhum conhecimento prévio ou suspeitas, à espera de um nome exótico, talvez alguém a trabalhar na liga da Micronésia ou da Gronelândia. Mas não. Em poucos segundos, a resposta: Sérgio Conceição, treinador do FC Porto.

No período iniciado a janeiro de 2023, ninguém ganhou mais jogos em competições nacionais do que os azuis e brancos. O estudo foi feito pelo zerozero no primeiro dia da pausa para os jogos às seleções. Devidamente confirmado, com um olhar a bater nos quatro cantos do planeta, aqui estão as conclusões.

Em todo o planeta, nenhuma equipa ou técnico foram capazes, até este dia de novembro, de igualar este registo.

Nenhum? Há, na verdade, uma exceção.

John Caulfield, treinador do minúsculo Galway United, equipa do segundo escalão da República da Irlanda, foi capaz de igualar o registo de Conceição e do FC Porto, embora o grau de dificuldade dos desafios tenha sido naturalmente inferior.

Em 2023, ninguém no planeta-futebol foi capaz de ganhar mais jogos do que os azuis e brancos nas provas nacionais dos respetivos países.

Mesmo que isso não tenha significado, como se sabe, a conquista da liga portuguesa.

Nesta galeria de notáveis, a concorrência a Sérgio Conceição não se limita ao anónimo Caulfield. A fechar o pódio surge logo um peso pesado: Pep Guardiola, autor de 32 vitórias com o Manchester City em jogos da Premier League, da FA Cup e da Carabao Cup.

Jorge Jesus (30 vitórias entre Fenerbahçe e Al Hilal) e Roger Schmidt (29 triunfos com o Benfica) conseguem entrar no lote de dez treinadores mais vitoriosos neste ano civil.

Jesus conquistou a Taça da Turquia e Schmidt foi campeão em Portugal.

Phil Parkinson, Ian Evatt, Esteban Solari e Marcel Koller. Conhece algum deles?

Vamos às apresentações, pois os números a isso aconselham.

Parkinson (32 vitórias) é o responsável pelo «Hollywwod Wrexham», o entusiasmante projeto de Ryan Reynolds e Rob McElhenney no País de Gales, cuja história e renascimento têm honras de documentário mais do que recomendável na Netflix.

Evatt (31) está a procurar devolver o histórico Bolton aos principais escalões britânicos. Por ora, o treinador tem sido capaz de obter resultados interessantes na League One, a terceira divisão na pirâmide deste futebol.

Solari (30), irmão de Santiago Solari, é um antigo avançado argentino, um trota-mundos, agora a tentar ser bem sucedido nos malaios do Johor FC. O ano está a ser-lhe simpático.

E Koller (29)? É um treinador suíço, de 63 anos, a treinar desde 2021 o Al Ahly, gigante egípcio. Talvez seja mais lembrado pelas quase 20 temporadas a jogar no meio-campo do Grasshoppers e da seleção helvética.

Por curiosidade, resta referir que Rúben Amorim tem nesta altura 28 vitórias em 2023, só em partidas de competições nacionais. Está, assim, a cinco das 33 de Sérgio Conceição.

O treinador do FC Porto, vencedor da Taça de Portugal e da Taça da Liga, é o treinador com mais jogos ganhos, em todo o mundo, no ano corrente.

Das 40 partidas de caráter oficial realizadas nas provas portuguesas, Sérgio Conceição só não venceu sete: os empates contra Casa Pia, SC Braga e Arouca para a Liga e as derrotas frente a Gil Vicente, Estoril e duas nos clássicos contra o Benfica – um na Supertaça.

Um levantamento exclusivo do zerozero.

Fonte: zerozero.pt