Menu

Evanilson: “Foi uma lesão atrás da outra e isso foi um pouco frustrante”

Claudio Rocha 9 meses ago

Avançado do FC Porto enfrentou uma série de problemas físicos que o impediram de bater os 21 golos de 2021/22. Estagnou nos dez.

Entre uma entorse no joelho esquerdo (12/11/2022), um problema no ligamento lateral interno do direito (22/12/2022), uma lesão muscular na coxa direita (10/02/2023), outra na esquerda (23/02/2023) e uma mialgia de esforço novamente na direita (29/03/2023), Evanilson esteve de baixa 102 dias ao longo de uma temporada que, para não contrariar, terminaria da pior maneira para o avançado na final da Taça de Portugal: com novo problema físico na coxa direita.

Foram azares atrás de azares que levam o brasileiro a catalogar a época de “muito frustrante” do ponto de vista pessoal, apesar de coletivamente ter sido “muito boa”, pela conquista de três troféus.


Perderam o campeonato. Considera, ainda assim, que a época foi boa?

-Sim, sim. Dos quatro títulos nacionais ganhámos três. Então, para mim e para alguns dos jogadores, a época foi muito boa.

A nível individual teve muitas lesões. Isso limitou-o?
-Com certeza. Queria estar apto para todos os jogos. Nenhum jogador gosta de se lesionar. Fiquei triste por ter uma sequência tão grande de lesões. Nunca passei por isso. Mas agora é trabalhar firme nestas férias e fortalecer bem para não correr mais riscos de ter tantas leões.

Houve alguma má planificação na época ou algo que tenha corrido mal para isso ter acontecido?
-Não, trabalho não faltou. Estava a fazer um bom trabalho. Foi azar mesmo. Quando me lesionei no joelho [esquerdo] na primeira vez custou bastante. Não foi por conta do trabalho. Fiz tudo o que foi possível. Agora é fazer um pouco mais para não correr mais riscos.

Na época passada tinha feito mais de 20 golos, mas nesta, fruto das lesões, não igualou esse registo. Foi frustrante?
-Foi muito, porque queria estar a jogar e a ajudar a minha equipa. Não consegui ter a mesma média de golos porque estive muito tempo parado. Foi uma lesão atrás da outra e isso foi um pouco frustrante.https://6cf5044ed36d78b32f96376505386349.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-40/html/container.html

Mesmo assim, mereceu sempre a confiança de Sérgio Conceição…
-Fico muito feliz pela confiança do Sérgio Conceição em mim, porque é difícil ter tantas lesões e, quando voltei, ele ter-me colocado a jogar. Fico feliz. Agradeço-lhe por isso. Agora, é voltar mais forte.

Que expectativas tem para a próxima temporada?
-Quero estar bem. Quero estar a cem por cento para poder ajudar a equipa a conquistar títulos e os seus objetivos.

Fonte: OJogo