Marega chega ao Mali com queixas numa coxa

Maliano deixou na segunda-feira a Invicta e só voltará no dia 17, em vésperas da estreia do FC Porto nesta edição da Taça de Portugal. Se o adversário não for exigente, Conceição até o poderá poupar ao esforço.

 

A saída de Marega a coxear do Estádio da Luz, após o clássico com o Benfica, deixou os responsáveis da seleção do Mali apreensivos. O problema, ao que O JOGO apurou, não será grave, mas ainda foi com fortes dores na coxa esquerda que o atacante se apresentou, ontem, na concentração dos malianos, que têm pela frente um duplo compromisso com o Burundi. O portista foi reavaliado e tudo aponta para hoje venha a trabalhar de forma limitada. No entanto, o selecionador interino das "Águias do Mali", Mohamed Magassouba, está confiante de que até sexta-feira o problema será ultrapassado e o jogador de 27 anos poderá alinhar em mais um jogo da fase de qualificação para a Taça de África das Nações.

O problema de Marega surgiu durante a primeira parte do clássico, numa jogada ocorrida na área do Benfica, na qual se envolveu com Rúben Dias. O internacional maliano ficou no imediato agarrado à coxa e levou à entrada da equipa médica do FC Porto. Pouco depois, estava de pé e de regresso ao encontro, mas a verdade é que nunca mais foi o mesmo. A segunda parte foi jogada em esforço e a vontade de ajudar a equipa num momento difícil, uma vez que se apanhou em desvantagem aos 62 minutos, levou-o a ignorar as dores. Ainda assim, viajou rumo à seleção do Mali, onde permanecerá até quarta-feira, dia do último jogo com o Burundi. O regresso ao Olival far-se-á na quinta-feira, em véspera da estreia do FC Porto nesta edição da Taça de Portugal. E se o adversário não for exigente, até poderá ser poupado.

 

Fonte: O Jogo

© 2017 +FC PORTO - All Rights Reserved. Developed by animarnegocios.com