Supertaça já no Museu

Sétimo troféu para a equipa de Guillem Cabestany nos últimos três anos.


A equipa de hóquei em patins do FC Porto foi esta terça-feira ao Museu FC Porto entregar a Supertaça António Livramento conquistada no domingo, na sequência de uma vitória frente ao Sporting (4-1). A 22.ª Supertaça da história do clube é o sétimo troféu conquistado por esta equipa sob o comando técnico de Guillem Cabestany, que assumiu o cargo em 2015.

O troféu foi entregue a Jorge Nuno Pinto da Costa e posteriormente colocado no espaço Na Hora do Museu FC Porto, onde já pode ser contemplado. O presidente do clube aplaudiu o desempenho dos jogadores e manifestou o desejo de regressar ao local durante a época para receber mais títulos de hóquei em patins. O treinador Guillem Cabestany e o capitão Hélder Nunes aceitaram o desafio.

 

Pinto da Costa

“Estamos no local do nosso Museu onde se guardam e ficam em exposição os mais recentes troféus. O hóquei em patins é um assíduo colaborador deste espaço e mais uma vez assim aconteceu após uma brilhante vitória na Supertaça sobre o Sporting.”

“Tive a oportunidade de ver o jogo na televisão e vibrei muito, senti muito, o esforço da equipa, para além da sua categoria, sobretudo naqueles momentos, os que mais me enervaram, quando estávamos com menos um jogador e o resultado ainda estava 3-1. Confiei sempre. A determinação com que encararam essa inferioridade momentânea foi excelente, extraordinária e demonstra bem o espírito da equipa.”

“Na pessoa do senhor Eurico Pinto, do treinador e do capitão, queria dar-vos os parabéns e dizer que espero ainda vir aqui mais vezes este ano com vocês. Muito obrigado e parabéns.”


Guillem Cabestany
“É uma sensação de felicidade e de dever cumprido. Felizmente, estamos a vir todas as épocas ao Museu e isso demonstra que a equipa continua forte, com ambição e vontade de trabalhar para voltar aqui mais vezes.”

“Ganhar um título é muitas vezes uma decisão em pormenores. Mas já são sete títulos nestes últimos três anos, é sinal que temos uma equipa madura e constante, não está bem em apenas uma semana ou um mês. Isto deixa-nos satisfeitos e com máxima confiança e vontade para voltar mais vezes.”

“Jogar bem garante, normalmente, que estás mais perto das decisões e dos títulos. Neste fim de semana, conseguimos o título. Em outras ocasiões, falhámos por pouco. Começar a época vencendo um dos dois títulos que queríamos ganhar confirma que o trabalho que está a ser feito é bom e mantém a confiança da equipa intacta.”

“Não é a primeira vez que estamos aqui, são várias, e isso é sinal que a equipa continua com ambição. Vamos ter uma equipa a jogar bem e se jogarmos bem podemos voltar aqui com os títulos que queremos. Este grupo, pelo que tenho visto nesta pré-época, está mais ambicioso que nunca.”

“Com esta ambição e com esta capacidade de trabalho, vamos estar perto dos títulos, sobretudo os mais importantes, a Liga Europeia e o campeonato. O campeonato é uma prova de regularidade, é o prémio que todos queremos, e a Liga Europeia é uma questão pendente que temos há vários anos, pelo trabalho que já muitas equipas do FC Porto fizeram, vendo o troféu escapar. Vamos tentar ganhar esses títulos este ano. Os adeptos podem ficar tranquilos porque temos uma equipa com qualidade, com ambição e com uma capacidade de trabalho que está a aumentar diariamente.”


Hélder Nunes
“Este troféu simboliza que o nosso trabalho está a ser bem feito. No ano passado trabalhámos muito e muito bem para começarmos a época a disputar dois títulos. Espero que esta conquista da Supertaça nos embale para uma senda de vitórias, para conquistarmos o principal objetivo: o campeonato nacional.”

“Começar a época vindo ao Museu entregar uma taça é extraordinário. Para os jogadores novos (Poka, Hugo Santos e Cocco) é certamente um momento fantástico. Esperemos que tenha sido a primeira vez e não a última, seria sinal que tínhamos conquistado mais títulos. É para isso que jogamos no FC Porto, é esse o nosso ADN.”

“A hora do nosso jogo era relativamente próxima da hora do futebol, do Benfica-FC Porto, e sabíamos que o Mar Azul se ia deslocar a Lisboa. Pensámos que íamos ter pouca gente a apoiar-nos e o que mais nos tocou foi contar com muitos adeptos lá, se calhar estavam mais adeptos do FC Porto que do Sporting. Deu-nos a força extra para vencermos o jogo.”

“Estamos focados no principal objetivo, o campeonato nacional, e isso passa por vencer já na primeira jornada, em nossa casa.”

 

Fonte: FCPorto

© 2017 +FC PORTO - All Rights Reserved. Developed by animarnegocios.com