Menu

Lição de excelência a caminho dos “oitavos”

+FCPorto 3 meses ago

FC Porto venceu o Oudegem por 3-0 na 2.ª mão dos 16 avos de final da Taça CEV

54 minutos bastaram ao FC Porto para confirmar o favoritismo trazido da primeira mão – em que tinha vencido o Oudegem na Bélgica por 3-1 – e fechar a passagem aos oitavos de final da Taça CEV. As portistas só precisavam de ganhar dois sets, fizeram-no com rigor e concentração, terminaram a partida com um triunfo por margem máxima (3-0) e vão defrontar o vencedor da eliminatória entre as francesas do Beziers e as bósnias do BRČKO. As primeiras venceram o duelo da primeira mão por 3-0 e a segunda mão está agendada para as 19h00 (hora portuguesa) desta quarta-feira. Victória Alves foi o maior destaque da noite com 18 pontos marcados.

As belgas até entraram melhor e distanciaram-se no marcador (6-2), mas a reação foi imediata (6-6) e obrigou Flen Callens, treinadora adversária, a pedir um desconto de tempo para organizar a sua equipa. As instruções foram claramente insuficientes para travar as tricampeãs portuguesas que, com destaque para Maria Reis Lopes no serviço e para a melhoria global junto à rede, conseguiram cavar uma diferença irreversível (14-8) que levou a nova paragem. Seguiu-se um período de maior equilíbrio, que as azuis e brancas travaram com mais uma sequência de pontos consecutivos (de 19-15 para 23-15), e o natural desfecho favorável às da Invicta (25-16).

A confiança adquirida no primeiro set foi transposta para o segundo e a vantagem começou por ser azul e branca (5-5). As forasteiras até conseguiram empatar (5-5), mas uma série brilhante de momentos protagonizados por Victória Alves deu novo conforto às portistas (13-7). A lutar para a eliminatória não ficar decidida naquele momento, o Oudegem aproximou-se e colocou-se a apenas dois pontos (14-12), mas o foco, aliado à enorme qualidade individual e coletiva, colocaram as portistas nos oitavos de final da competição ao fim de 54 minutos (25-20, 2-0).

Já sem pressão, as azuis e brancas viram as oponentes arrancar melhor o terceiro set (9-7) e manterem-se na frente durante mais de metade do mesmo (16-14), mas o esforço portista resultou na primeira vantagem das da Invicta nesse jogo logo de seguida (18-17). Até ao fim, só deu Porto e a margem máxima surgiu como recompensa pela seriedade e qualidade demonstradas ao longo de todo o encontro (25-20).

“Ainda hoje a equipa belga foi trocando um bocadinho, até a líbero saiu, mas estávamos mais bem preparados para isso. Fomos consistentes para enfrentarmos as dificuldades que sabíamos que íamos ter. Não fomos espetaculares, mas fomos competentes e suficientemente bons para passar esta eliminatória. A força do grupo é a nossa maior valia e temos muita gente pronta para entrar. Boa entrada de toda a gente, às vezes demoramos um pouco, mas uma coisa de cada vez. É um excelente desafio a equipa francesa, que à partida deverá passar, mas primeiro temos que pensar dentro de portas em como gerir o grupo com viagens e muitos jogos”, afirmou Miguel Coelho após o encontro.

No fim de semana, as líderes do campeonato voltam a tentar prolongar a invencibilidade na prova numa jornada dupla. No sábado (18h30), deslocam-se ao reduto do SC Braga e no domingo (18h30, Porto Canal/FC Porto TV) recebem o Fiães.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-VC OUDEGEM, 3-0
Taça CEV, 16 avos de final, 2.ª mão
14 de novembro de 2023
Dragão Arena

Árbitros: Glória Jimenez (Espanha) e Caner Cildir (Turquia)

FC PORTO: Joana Resende e Bruna Guedes (líberos); Aline Delsin, Lauren Matthews, Lauren Page, Janaína Vieira, Victória Alves, Taylor Sandbothe, Gabi Coelho, Maria Reis Lopes, Beatriz Moreira, Ana Rui Monteiro e Kyra Holt
Treinador: Miguel Coelho

VC OUDEGEM: Nel Demeyer e Justine Delanote (líberos); Sarah Kustermans, Marlies Janssens, Julie Smeets, Charlotte Coppin, Bente Deckers, Lotte de Quick, Justine D’Hondt, Dauke Vreys, Nikita De Paepe e Anke Waelkens
Treinador: Flen Callens

Parciais: 25-16; 25-20; 25-20

Fonte: fcporto.pt