Menu

Nico González candidato a maestro no FC Porto

+FCPorto 6 meses ago

Espanhol não esperava alinhar de início, mas marcou pontos na luta por uma vaga num sector a abarrotar

O “período de sofrimento” que os reforços do FC Porto costumam atravessar com Sérgio Conceição foi mais curto do que o normal para Nico González. O espanhol, que viu os primeiros dois jogos oficiais a partir do banco de suplentes, foi lançado às feras com o Farense e recebeu boa nota da generalidade da crítica no primeiro encontro em que alinhou de início. Uma oportunidade que até ao próprio apanhou desprevenido.

“Não esperava ser titular no primeiro jogo neste estádio. Foi um jogo muito bonito”, começou por referir o médio, em declarações publicadas em exclusivo nas redes sociais do clube. “Estava com muita vontade de poder jogar aqui, com o estádio cheio da nossa gente e foi incrível. Foi um jogo incrível”, descreveu.

A exibição auspiciosa surgiu numa altura em que o meio-campo está a abarrotar de opções. Pelo menos em número. Ao todo são seis as soluções à disposição de Conceição e João Moutinho está aí a bater à porta para entrar. Por isso, Nico acabou por marcar pontos nesta luta, apresentando como principal argumento a eficácia de passe, com destaque para o que lançou o 1-0.

“As primeiras semanas são de adaptação e difíceis, mas já me senti muito confortável e muito bem. Estou feliz”, garantiu o ex-Barcelona, perfeitamente consciente do significado de começar o campeonato com duas vitórias. “É importante arrancar a ganhar e com confiança. Além disso, o campeonato está muito equilibrado e cada vitória pode decidi-lo no final. No ano passado não estive aqui, mas, no fim, perdeu-se a liga apenas por dois pontos. Quem sabe, talvez esta vitória nos possa dar a liga no final”, referiu Nico, grato pelo “empurrão de todos os adeptos” quando o resultado não era o melhor. “São incríveis”, rematou.

Fonte: ojogo.pt