Menu

Otávio não esquece Pinto da Costa e Conceição e admite voltar a pensar na Champions

+FCPorto 6 meses ago

Agora jogador do Al Nassr despediu-se nas redes sociais.

Otávio, que se transferiu do FC Porto para o Al Nassr, da Arábia Saudita, deixou esta quarta-feira uma mensagem nas redes sociais. O médio internacional português deixou vários agradecimentos e deixou aberta a porta do regresso para levar o clube “ao topo da Europa.”

“Alguém que me explique como uma pessoa se despede do clube da sua vida, porque eu não consigo fazê-lo. Cheguei ao Porto com apenas 19 anos e mal podia sonhar com o que lá iria viver. Eu tinha muitos sonhos e hoje posso dizer que cumpri quase todos. Joguei pela primeira vez com a camisola do FC Porto, estreei-me no Estádio do Dragão, fui campeão e ganhei vários títulos. Para mim, só ficou a faltar levar este clube ao topo da Europa, mas quem sabe se a vida me permite cumprir esse objetivo em algum momento do futuro”, pode ler-se.

“Dragões, nunca, mas nunca mesmo, vou conseguir agradecer tudo o que fizeram por mim. A forma como me apoiaram incondicionalmente, como nunca me deixaram cair, ficará para sempre no meu coração. Eu espero que tenham sentido sempre que eu honrei as nossas cores e a nossa luta. Tudo fiz para defender o FC Porto até à morte, sendo sempre um de vós dentro do campo. Nove anos, não são nove dias. E nove anos no FC Porto representam muitos mais. Este clube é incomparável. A intensidade com que se vive cada dia de dragão ao peito é um privilégio que só poucos devem poder ter. E eu, graças a Deus, tive essa honra. Ao FC Porto, à estrutura, desde o presidente, passando pela equipa técnica, até aos seguranças: muito obrigado. São vocês que nos proporcionam todas as condições para fazermos o nosso trabalho, são vocês o FC Porto. Ao míster, um muito obrigado por tornar-me uma melhor pessoa e um melhor jogador. Obrigado por tudo” prossegue.

“Custa-me muito. Muito mesmo. E sinto que não disse nada do que queria, e do que vocês mereciam ouvir de mim. Mas não é fácil deixar de vestir a nossa camisola, porque para mim continuará a ser nossa. E eu, esteja onde estiver, continuarei a ser dragão de corpo e alma. Hoje, pela primeira vez enquanto portista, choro de tristeza. Porque de alegria… foram mais do que muitas. O Porto é o orgulho da nossa Nação, é a minha alegria fazer de ti campeão Para sempre, até no céu por ti eu vou cantar. Obrigado por tudo e até já”, concluiu Otávio.

Uma publicação partilhada por Otávio Monteiro (@otaviomonteiroo)

Fonte: ojogo.pt