Menu

Pinto da Costa: ″O FC Porto já ultrapassou há muito as fronteiras da cidade″

+FCPorto 6 meses ago

Declarações de Pinto da Costa na cimeira Thinking Football

Sucesso: “Para ter sucesso qualquer pessoa precisa de saber escolher os seus colaboradores. Felizmente, tenho encontrado pessoas que estão de corpo e alma comigo, estão aqui dois, por exemplo, como o António Oliveira e o Sérgio Conceição. Por isso, tenho a consciência tranquila de sempre defender as pessoas que trabalham com toda a paixão pelo FC Porto.”

Mito: “Criou-se o mito do jogador à FC Porto. O que é isso? É um jogador que dá o máximo em todas as circunstâncias, nos jogos ou nos treinos, mas isso também é mérito do trabalho de formação. Em breve teremos notícias sobre a nossa cidade desportiva, mas devemos dar mérito aos que formam tantos jogadores com tantas dificuldades”

Liga dos Campeões e o ridículo: “Os clubes portugueses que vão à Liga dos Campeões têm, normalmente, boa prestação, mas acaba por ser ridículo que uma vitória na Liga Conferência valha tanto como uma vitória na Liga dos Campeões. Não faz sentido e é prejudicial para o futebol português.”

Sobre Sérgio Conceição: “O que se pode dizer de um treinador que ganhou 10 títulos em 7 anos. Que trabalha sempre com os mesmos objetivos? Que recusou ir para a Arábia para continuar a trabalhar no FC Porto. Tenho pessoas com valor suficiente para manter o FC Porto como está.”

Fronteiras e público: “Cada vez mais as pessoas vão ao futebol, assim como a outras modalidades. […] O FC Porto já ultrapassou há muito as fronteiras da cidade. […] É preciso que o futebol seja falado nos programas de futebol e que não sirva para atacar. Quando os dirigentes se encontram há sempre harmonia, tal como nas reuniões da Liga, porque a Liga não fomenta a discórdia nem as guerrilhas. A Liga tem um projeto em que é tudo pelo futebol, é tudo pelo adepto e pelos clubes. Dentro desse princípio da Liga é que podemos melhorar o futebol”.

Fonte: ojogo.pt