Menu

Quarentão Pepe não se cansa de bater recordes de longevidade

+FCPorto 3 meses ago

Começam a faltar palavras que consigam fazer jus ao nível exibido por Pepe, aos 40 anos, nas principais competições à escala global. Se na seleção nacional mantém o estatuto de indiscutível, assim o físico o permita, no F. C. Porto continua a quebrar recordes na Liga dos Campeões, sendo que alguns deles já lhe pertenciam, e na perseguição a outros registos marcantes.

Ao marcar na vitória por 5-3 frente ao Shakhtar, o capitão portista, que a cada jogo que passa reforça o estatuto de jogador de campo mais velho a atuar na Champions, revalidou o estatuto de futebolista mais veterano a faturar na competição, batendo um recorde que havia fixado há praticamente um mês, também no Dragão, diante do Antuérpia. Para trás ficou o italiano Francesco Totti, que dedicou a vida à Roma e se despediu dos golos na prova milionária num jogo com o CSKA Moscovo, em 2014, tinha então 38 anos.

O tento ao Shakhtar foi o quarto de Pepe pelo F. C. Porto na Liga dos Campeões, deixando-o a apenas um de distância do maior defesa goleador portista na principal competição europeia de clubes, o brasileiro Zé Carlos, que marcou por cinco vezes. A lado do atual capitão portista surge Celso, também com quatro remates certeiros, mas na antiga Taça dos Campeões Europeus, assinala a plataforma “playmaker stats”.

Além das conquistas coletivas, a Pepe continuará a motivar a possibilidade de poder ir quebrando recordes atrás de recordes, enriquecendo um palmarés já de si invejável. Afinal, não haverá assim tantos quarentões a brilhar ao mais alto nível no futebol mundial.

Fonte: jn.pt