Sérgio Conceição explica onze: «É importante saber estar com a Roma e com o Feirense»

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, comentou a vitória dos dragões no reduto do Feirense.

 

Onze: "Era um jogo num contexto difícil. Meti exatamente o mesmo onze que começou contra a Roma. E quis responsabilizar os jogadores no sentido em que era preciso dar alguma maturidade. Porque é importante saber estar com a Roma e saber estar com o Feirense".

Golo da tranquilidade: "Tivemos sempre seguros do jogo direto do adversário, sempre atentos às segundas bolas. Houve um lance em que, com alguma sorte, o adversário podia ter criado perigo, mas estávamos sempre alertar e algo desconfiados. Podíamos ter feito o terceiro golo, não fizemos. Foi um resultado justo, mas com mais um golo era ainda mais justo".

Análise ao jogo: "Defrontámos um adversário que se sente pressionado com o aproximar do final do campeonato. Que estava muito motivado por defrontar o campeão nacional e que está aflito à procura de pontos. Nós vínhamos de um jogo muito intenso, em que corremos 120 minutos. Não era um jogo fácil e entrar a perder piorou ainda mais as coisas. Demos uma resposta de grande caráter. Na primeira parte chegámos à igualdade com naturalidade, depois chegámos ao segundo e podíamos ter acabado o primeiro tempo com uma vantagem ainda maior. Tivemos algumas quebras de jogo, a questão da luz, uma ou outra situação que quebrou o ritmo. Queríamos acabar rapidamente o jogo. Na segunda parte faltou alguma frescura".

Substituições: "Fui tentando dar ao jogo o que precisava. Tirei o Marega, que estava muito cansado. Quando entrou o Edinho fixei mais o Danilo para jogar junto dos centrais e meti o Óliver".

Feirense: "Foi uma vitória justa. O Feirense tentou de tudo e deixou uma palavra para os jogadores, equipa técnica e estrutura que estão a tentar de tudo para reverter esta situação que não é nada fácil".

 

Fonte: OJogo

© 2017 +FC PORTO - All Rights Reserved. Developed by animarnegocios.com