Menu

Um mal nunca vem só

+FCPorto 3 meses ago

FC Porto perdeu em casa diante do Magdeburgo (40-31) e viu o Wisla Plock vencer na receção ao Veszprém

O último desfecho europeu de 2023 não poderia ter sigo mais amargo para o FC Porto. Além da derrota sofrida em casa frente ao Magdeburgo (40-31), os Dragões – que se mantêm no sexto lugar do grupo B com seis pontos – viram o Wisla Plock vencer na receção ao Veszprém e igualá-los em termos de pontos na tabela. Na Invicta, Antonio Martínez foi o que mais golos marcou (7) no desaire azul e branco.

A tentar manter a invencibilidade caseira nos duelos frente ao agora campeão europeu e mundial em título, o FC Porto entrou com concentração e seriedade máximas e, ao intervalo, a desvantagem de três golos (19-16) que levava para os balneários devia-se apenas a pormenores. Os parciais de 11-7 no que a bolas perdidas no ataque diz respeito e de 7-4 em termos de faltas técnicas mostravam-se decisivos para o resultado, que os Dragões ansiavam por inverter no segundo tempo.

A entrada na etapa complementar não correu como desejado – o Magdeburgo conseguiu alcançar um parcial de 9-4 e passou a vencer por oito golos (28-20) – e revelou-se decisiva para as contas finais da partida. O facto de correr atrás do prejuízo levou ao tetracampeão nacional a ser menos paciente e ao conjunto alemão a elevar a margem no placar (40-31).

“Parabéns ao Magdeburgo, jogaram bem. São uma boa equipa, campeões da Europa e do mundo. Não defendemos bem, eles insistiram no um contra um. Não foi a defesa que queríamos para este jogo. Castigaram todos os erros que cometemos no ataque. Acaba por ser uma vitória natural”, afirmou Carlos Resende após o apito final.

Segue-se uma deslocação a Guimarães para defrontar o Vitória SC, no que será o último duelo dos portistas no campeonato no presente ano civil (sábado, 15h00, Porto Canal/FC Porto TV.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-MAGDEBURGO, 31-40
Liga dos Campeões, Grupo B, 10.ª jornada
7 de dezembro de 2023
Dragão Arena

Árbitros: Vaidas Mazeika e Mindaugas Gatelis (Lituânia)

FC PORTO: Nikola Mitrevski e Diogo Rêma (g.r.); Pedro Valdés (2), André Sousa, Jakob Mikkelsen, David Fernández (4), Diogo Oliveira, Rui Silva (4), Daymaro Salina (4), Ignacio Plaza (2), Mamadou Diocou (1), Leonel Fernandes (1), Antonio Martínez (7), Nikolaj Læsø (4), Pedro Oliveira (2) e Fábio Magalhães
Treinador: Carlos Resende

MAGDEBURGO: Sergey Hernández e Nikola Portner (2) (g.r.); Lucas Meister, Piotr Chrapkowski, Robin Pfeil, Felix Claar (3), Daniel Pettersson, Janus Smarason (7), Ómar Magnusson (8), Tim Hornke (8), Albin Lagergren (1), Lukas Mertens (7), Magnus Jensen (2), Christian O’Sullivan (1) e Oscar Bergendahl (1)
Treinador: Bennet Wiegert 

Ao intervalo: 16-19

Fonte: fcporto.pt