Menu

Uma “final” que vale mais de 10 milhões: o onze provável do FC Porto contra o Shakhtar

+FCPorto 3 meses ago

Mais uma final. É assim que Conceição encara a partida desta noite (20h00) e nem sequer quer ouvir falar noutro cenário que não passe pela vitória, apesar de, na prática, não precisar dos três pontos. O enquadramento não deixa margem para dúvidas: empatado na tabela e com vantagem no confronto direto com o Shakhthar, o FC Porto depende apenas de si mesmo para selar o apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões e pôr a mão num cheque chorudo. Em causa estão os 9,6 milhões de euros que a UEFA paga a cada um dos clubes que chega à primeira ronda de eliminatórias e mais os 2,8 M€ em caso de vitória ou 800 mil euros se empatar. Em qualquer das situações, são mais de 10 milhões em jogo.

O histórico dos dragões neste tipo de decisões tem de tudo, passagens e eliminações, mas acaba por ser favorável já que nas sete ocasiões em que chegou à última ronda a olhar para a calculadora, mas sem depender de terceiros, seguiu em frente em quatro ocasiões (2001/02, 04/05, 16/17 e 17/18). Nas três em que falhou (11/12, 15/15 e 21/22), contudo, só na mais recente é que empate era suficiente, tal como agora, acabando por perder em casa diante do Atlético de Madrid. Nas outras em que falhou estava obrigado a vencer.

Para a “final” com os ucranianos, Conceição já vai ter de volta aos convocados João Mário e Wendell, dois “reforços” de última hora que, ainda assim, não devem ter entrada direta no onze. O que significa que as laterais serão entregues a Jorge Sánchez e a Zaidu, até porque João Mendes, titular nos últimos dois jogos, não está inscrito na Champions. “O João Mário vai ser até à última. Vamos fazer tudo para o Wendell também regressar, mas estão fora há algum tempo e, mesmo que seja possível, nunca será uma utilização de 90 minutos”, admitiu o treinador portista.

De resto, em relação à partida com o Casa Pia, é de prever mais duas alterações com a entrada de Fábio Cardoso para o eixo defensivo e de Galeno para o lado esquerdo do ataque. Saltam fora Zé Pedro (não está inscrito) e Iván Jaime (que regressará ao banco).

Onze provável do FC Porto: Diogo Costa, Jorge Sánchez, Fábio Cardoso, Pepe e Zaidu; Pepê, Eustáquio, Alan Varela e Galeno; Taremi e Evanilson.

Fonte: ojogo.pt